Programa CEDIVIDA de olho na Década do Envelhecimento Saudável!

A Organização das Nações Unidas (ONU) e a Organização Mundial de Saúde (OMS), lançaram no dia 14 de Dezembro de 2020, a década do envelhecimento saudável, que visa mudar a forma como as pessoas pensam, sentem e agem em relação à idade e ao envelhecimento; facilitar a capacidade dos idosos de participar e contribuir com suas comunidades e sociedade; prestar atenção integrada e serviços de saúde primários que atendam às necessidades do indivíduo e prover o acesso a cuidados de longa duração para pessoas que deles necessitem.

Para o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) Tedros Adhanom Ghebreyesus, o anúncio da Década manda um sinal claro da importância de se trabalhar unidos dentro do sistema das Nações Unidas, com governos, sociedade civil e setor privado:

“Poderemos não apenas adicionar anos à vida, mas também (melhorar a qualidade de) vida a estes anos.” (fonte: https://brasil.un.org/pt-br)

Pensando nisso, o projeto do idoso contará com um espaço físico, que oferecerá atividades que visam a promoção da saúde e a construção da autonomia da pessoa idosa, que trabalhará de forma engajada questões focadas no envelhecimento saudável proposto pela Década do envelhecimento.

Com o aumento da longevidade, as famílias têm tido a oportunidade do encontro entre diversas gerações. Uma pesquisa realizada na cidade com o maior número de longevos do Brasil, Veranópolis (RS), apontou que o encurtamento dos telômeros (extremidade dos cromossomos) de idosos que têm maior convivência com as diversas gerações é mais lento.

Os ganhos da intergeracionalidade vão além: os mais velhos podem disseminar conhecimentos relacionados a sua história pessoal e à história da comunidade, permitindo aos jovens conhecerem suas origens e se enraizarem em sua cultura. Por outro lado, os mais jovens transmitem aos mais velhos suas experiências ligadas às novas tecnologias, como o domínio do manuseio de aparelhos eletrônicos e da linguagem digital, além de trazerem para o universo deles uma flexibilidade de comportamentos sociais de acordo com novos valores morais, menos conservadores.

Visando atuar no conceito da intergeracionalidade, serão oferecidas trocas entre jovens e idosos através de aulas de inclusão digital e contação de histórias.

Sendo assim, a atribuição deste projeto é engajar as instituições de atendimento à pessoa idosa, propiciando o campo de troca, de enriquecimento e acesso a informações técnicas e de fontes confiáveis. Esse trabalho acontecerá através de um endereço eletrônico e físico, que integrará informações em suas interfaces e terá a abrangência de temas recentes. Vem com a gente!!

 


LEGAL


AMIGOS DO HC


INFORMATIVO

Cadastre-se para receber mais informações dos Amigos do HC.


© 2021 Todos os direitos reservados  |  Desenvolvido pela um2 Marketing

INFORMATIVO

Cadastre-se para receber mais informações dos Amigos do HC.


© 2021 Todos os direitos reservados  |  Desenvolvido pela um2 Marketing